Nenhum resultado encontrado

    Lindomar Castilho - Somos Iguais - 1969

    Disco raríssimo na internet, enviado pelo amigo José Souza via grupo do telegram do Blog do Daniel Skiter. Lindomar Castilho nasceu em Rio Verde, Goiás, em 21 de janeiro de 1940. Sua carreira musical começou quando o diretor musical da gravadora Copacabana, Diogo Mulero, o convidou para gravar um disco e sugeriu que ele usasse o nome artístico “Lindomar Castilho”. Seus boleros e sambas-canções românticos o tornaram um dos maiores vendedores de discos no Brasil durante a década de 1970, com lançamentos simultâneos no Brasil e nos Estados Unidos. No entanto, sua trajetória teve um trágico desfecho. Em 1981, Lindomar assassinou sua segunda esposa, Eliane de Grammont, de quem já estava legalmente separado. Ele foi condenado a 12 anos e dois meses de prisão. Após cumprir uma boa parte da pena, ele foi libertado por bom comportamento e, desde então, vive recluso em Goiás.
    Faixas: Assim / Uma chance / Que Seja Assim / Somos Iguais / Ai Quem Me Dera / Penumbra / Canção Que Faz Voltar / Eu Vou Me Embora / O Último Romântico / Amor De Pobre / Saudade De Você / Eu Quero Ver 

    Anterior Próxima